Camisolas

Camisola Jumper Pull Jersey: bicolor

Camisola Jumper Pull Jersey: bicolor
Camisola Jumper Pull Jersey - detalhe
Camisola Jumper Pull Jersey - detalhe manga

São múltiplos os tipos de lã. A Angorá é obtida a partir do pêlo do coelho com o mesmo nome. Por sua vez, das cabras de estirpe homónima, Angorá, se produz a lã Mohair. A Merino deve o nome aos carneiros de que é retirada. Já a lã Caxemira é extraída do pêlo da barriga das cabras da raça como o mesmo nome, o qual deriva da respetiva região de origem, na Índia. Outra é a da Alpaca, animal da família do lama e do camelo, uma lã rústica e muito resistente. E, claro, há ainda a lã acrílica ou sintética, cuja base são derivados de petróleo, a que se adicionam fibras como o algodão ou a viscose. A nossa proposta parte também dessa matéria, a lã.

Fica a ideia. Espero que agrade e experimentem nas vossas roupas.

Materiais:

2 camisola de cores diferentes

Execução:

1. Corte os punhos e o cós de ambas as camisolas. Prenda os de cor diferente à camisola desejada, com alfinetes.

2. Cosa com a máquina Overlock, pelo lado avesso.

3. Ao coser, tenha o cuidado de esticar a malha, para que ambas as partes resultem em tamanhos correspondentes.


Camisola com bolsos de ganga

Camisola com bolsos de ganga
Camisola com bolsos de ganga - detalhe
Camisola com bolsos de ganga - detalhe

As aplicações são um método muito fácil de transformar roupa velha. E o efeito visual é imediato. Podem ser usados pedaços de outros tecidos, bordados comprados em retrosarias, figuras geométricas em feltro, desenhos recortados de telas plastificadas, impressões ou decalques, rendas ou motivos em tricot. A escolha é alargada! As t-shirts e as camisolas são uma ótima base para criar uma peça personalizada, para si mesma ou para oferecer a alguém especial.

Fica a ideia. Espero que agrade e experimentem nas vossas roupas.

Materiais:

1 camisola

2 bolsos de ganga

Execução:

1. Prenda os bolsos à camisola, com alfinetes.

2. Cosa sobre as costuras de contorno dos bolsos.

3. Ao coser, tenha o cuidado de não esticar a malha, para que esta não forme ondas indesejadas.

Camisola com capuz

Camisola com capuz e bolsa
Camisola com capuz - detalhe
Camisola com capuz - detalhe capuz

Além do capuz, quisemos acrescentar a esta camisola um bolso frontal grande que, habitualmente, se denomina “bolso canguru”. Não estranha o nome porque a semelhança é evidente! O canguru fêmea tem uma singular bolsa abdominal, o marsúpio, onde decorre boa parte do processo de desenvolvimento das crias. São também marsupiais o coala, o gambá ou a cuíca. Todos eles partilham a característica emocionante de proteger, afagar e mimar os filhotes numa bolsa que faz parte do seu corpo. A evocar essa lição da natureza, aqui se apresenta esta proposta muito quentinha para o inverno.

Fica a ideia. Espero que agrade e experimentem nas vossas roupas.

Materiais:

1 sweatshirt

30 cm de tecido imitação de pelo ou fazenda

Execução:

1. A partir de uma revista da especialidade ou de uma roupa usada, crie os moldes do capuz e do bolso em papel. Corte-os no tecido, acrescentando 1 cm às margens, para valores de costura.

2. Capuz. Una os dois componentes do capuz, cosendo-os e orlando-os. Orle também o limite exterior e, em seguida, faça uma bainha com 1,5 cm. Alfinete a parte inferior do capuz ao decote. À frente, tenha o cuidado de sobrepor 1 cm os terminais. Cosa em volta e orle.

3. Bolso. Orle os limites em diagonal do bolso, vire-os para dentro e faça um pesponto exterior a 1 cm da margem. Orle a parte superior do bolso e os laterais inferiores. Com o ferro de engomar, dobre 1 cm para dentro. Prenda o bolso à camisola com alfinetes, na posição correta. Cosa pelo exterior, no limite do tecido. Por fim, una a parte inferior do bolso e da camisola ao cós de malha e orle.