Casacos

Casaco de malha

Casaco de malha - corpo inteiro
Casaco de malha
Casaco de malha - detalhe

Por que razão o casaco de malha se denomina, em inglês, “cardigan”? É uma velha história! A palavra deve-se a James Thomas Brudenell (1797-1868), sétimo conde de Cardigan. Foi durante a guerra na Crimeia que, para suportar o frio inverno, os soldados britânicos usaram pela primeira vez um casaco de malha sob o uniforme. A ideia foi-lhes dada pelo seu superior, o conde Cardigan que, ao comando da Brigada Ligeira, combateu na batalha de Balaklava, em 1854. Segundo parece, a camisola que usava prendia-lhe os movimentos, tendo decidido cortá-la à frente com a sua espada. E assim nasceu o casaquinho de malha, isto é, o “cardigan”. A nossa proposta revisita esta peça básica do vestuário contemporâneo.

Fica a ideia. Espero que agrade e experimentem nas vossas roupas.

Materiais:

1 casaco de malha

20 cm de malha, imitação de renda

Execução:

1. Com papel vegetal, copie um dos laterais do casaco.

2. Corte a renda, acrescentando 1 cm (valor de costura) a toda a volta. Com a ajuda do ferro, dobre e vinque o valor de costura para o avesso.

3. Sobreponha a cada lateral do casaco e alinhave. Cosa à máquina, rente ao limite da renda.


Punhos em pêlo

Casaco com punhos de pêlo
Punhos de pêlo - detalhe

A comercialização de roupas e acessórios fabricados em pele gera grande controvérsia, tanto pelo sacrifício indiscriminado de animais como pelo uso de produtos tóxicos na preparação dos couros. A estilista Stella McCartney tem sido figura de proa na sensibilização para o problema, tendo desde sempre rejeitado o uso de peles nas suas coleções. A indústria têxtil tem, portanto, procurado soluções alternativas, de que se destaca o investimento na conceção de materiais sustentáveis. Por exemplo, a mala Falabella, top de vendas de Stella McCartney, é fabricada em couro vegetal. Neste tutorial, propomos o detalhe de punhos em pêlo sintético, aplicados num casaco.

Materiais:

1 casaco

40 cm de imitação de pêlo

20 cm de entretela

Execução:

1. Corte dois retângulos de 32 cm X 18 cm na tela de pêlo. Corte também dois retângulos de entretela com 8 cm X 30 cm.

2. Com o ferro, cole as entretelas no avesso dos componentes em pêlo.

3. Cosa os laterais dos retângulos, fechando-os. Dobre-os para formar os punhos.

4. Introduza os punhos nas mangas do casaco e cosa em volta. Por fim, vire-os para fora da manga.


Casaco: detalhe em tricot

Casaco customixado

Detalhe bolso

Muitas de nós se recordam das colchas de tricot das nossas avós, mas também das pegas de cozinha ou… daquela peça ainda mais extraordinária, o “espera-maridos”, espécie de xaile ou casaquinho curto que, praticamente, só agasalhava os ombros. Um dia, descobri o da minha avó numa gaveta – nunca o usara, o meu avô era muito doméstico!! Tricotara-o na juventude porque era peça obrigatória na arca do “enxoval”…, outra palavra que o século XXI tornou uma relíquia! Enfim, envolvida nestas memórias, nasceu o desejo de as gravar num objeto do quotidiano.

Fica a ideia. Espero que agrade e experimentem nas vossas roupas.

Materiais:

1 blazer

2 rosetas coloridas em tricot

1 botão num dos tons das rosetas

Execução:

1. Centrar cada roseta no respetivo bolso e prender com alfinetes.

2. Cosê-las à mão, certificando-se de que a agulha não prende o tecido inferior, para que o bolso não resulte fechado.

3. Substituir o botão, mantendo os buraquinhos alinhados na vertical, a fim de que a linha de costura produza o mesmo efeito visual.